Doenças das válvulas cardíacas: o que é, como prevenir e como tratar?

O que é?

As válvulas cardíacas são estruturas que formam as válvulas do coração e que são compostas de tecido conjuntivo na saída de cada câmara cardíaca, auxiliando o fluxo do sangue em uma só direção.

Na doença valvular cardíaca, uma ou mais válvulas não funcionam corretamente, atrapalhando o fluxo de sangue no coração que leva a falta de ar ou fraqueza. Em alguns casos, é preciso uma cirurgia para reparo ou substituição.

A cirurgia é mais comum na doença da válvula Aórtica e da válvula Mitral. No caso da válvula Tricúspide, quase sempre, está associada à doença na válvula Mitral. Quando o problema é na válvula Pulmonar raramente é preciso de cirúrgica, com exceção das doenças congênitas em crianças.

Causas

Doenças nas válvulas cardíacas pode acontecer antes do nascimento, ser adquirida durante a vida ou como resultado de uma infecção. A valvulopatia adquirida é o tipo mais comum, sendo que a causa pode ser desconhecida. A valvulopatia infecciosa cria alterações devido a outras doenças, como febre reumática ou infecções.

Prevenção

No caso de doenças cardíacas congênitas não há prevenção. Nos outros casos é preciso ter cuidado com as doenças que levam bactérias no sangue, originadas de infecções na boca, no sistema urinário ou outras, que possam provocar septicemia e endocardite infecciosa.

Tratamento

O tratamento das valvulopatia sé feito para reduzir a evolução da insuficiência cardíaca e prevenir complicações. O médico vai indicar o melhor tratamento adequado a cada um dos 4 tipos:

Valvulopatia aórtica

É uma lesão no lado esquerdo do coração, que é responsável pela passagem de sangue entre o ventrículo esquerdo e a artéria aorta.

Os sintomas pioram, começando com palpitações e falta de ar, avançando para insuficiência cardíaca,dificuldade para respirar, perda de consciência, angina de peito e náuseas.

O tratamento é repouso, alimentação sem sal e uso de diuréticos, digitálicos e antiarrítmicos. Nos casos graves, é necessária cirurgia para substituir a válvula aórtica.

Valvulopatia mitral

É a mais comum e surge de lesões na válvula mitral, que fica entre o ventrículo e aurícula esquerda.

Os sintomas comuns são falta de ar, tosse, fadiga, náuseas, palpitações e inchaço nos pés e pernas. O tratamento é feito com diuréticos, anticoagulantes, antibióticos e antiarrítmicos, mas pode ser preciso reparação com cateterismo.

Valvulopatia pulmonar

Surge de lesões na válvula pulmonar do lado direito do coração, porém é menos frequente, e sendo um defeito cardíaco de nascença.

Os sintomas só surgem em estados avançados, podendo ser inchaço das pernas, cansaço muscular, falta de ar e episódios de paragem do coração. O tratamento é uma cirurgia para tratar a lesão ou substituir a válvula.

Valvulopatia tricúspide

Ocorre no lado direito e surge de infecções como febre reumática ou endocardite e a hipertensão arterial pulmonar.

Os sintomas são aumento do peso, inchaço das pernas, dor de barriga, cansaço, sensação de falta de ar,palpitações e angina do peito. O tratamento é com medicamentos diuréticos,antibióticos e pode ser necessária cirurgia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *